O SENHOR TE CHAMA


"Gostaria de dizer àqueles e àquelas que se sentem longe de Deus e da Igreja, aos que têm medo ou aos indiferentes:
O Senhor também te chama para seres parte do seu povo, e o faz com grande respeito e amor!" EG, n.113.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

ENCONTRO DE CRISMANDOS - CATEQUESE MISTAGÓGICA - "IDE PELO MUNDO INTEIRO E ANUNCIAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA" (Mc 16,15-20)


Olá, Catequistas de Jesus!
Hoje, partilho com vocês uma Catequese Mistagógica, com o Tema: "Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura", do evangelho de São Marcos 16,15-20. 

Quero dizer Mistagógica, porque todos agora são Crismados, já experimentaram o sabor de Receber o Espírito Santo de Deus. Agora a Missão os espera, para caminhar por Cristo, viver com Cristo, e em Cristo, iniciarmos no Mistério da Páscoa do Senhor. Nossa Senhora seja sempre a nossa intercessora.

Neste Encontro, utilizamos o filme de Paulo, apóstolo dos gentios, para abrilhantar e fixar a mensagem da missão à qual todos fomos chamados.

Quero agradecer aos meus amados catequistas e coordenadora, sem eles não seria possível estes Encontros. Trabalhados juntos na vinha do Senhor. Meu muito Obrigada! Deus nos ilumine sempre para a causa do Reino. 

Uma síntese sobre Mistagogia: 

A mistagogia é a arte de sermos iniciados no mistério da Páscoa de Cristo, do qual ganha sentido todos os atos salvadores de sua vida e que são atualizados na celebração da liturgia. A mistagogia promove a unidade entre o anúncio da Palavra, a celebração do Sacramento e a vivência da fé. Leva o batizado a fazer a experiência dos símbolos e gestos celebrados não apenas como elementos pertencentes a este mundo, mas, aos olhos da fé, como realidades divinas.
É necessário ajudar o catequizando a entrar neste mundo de sinais para descobrir o universo simbólico em que se move a liturgia. O método parte do sentido cotidiano do símbolo e, em um segundo nível aponta como este aparece na Bíblia e em seguida mostra como o mesmo é empregado na celebração. Assim, chega-se ao quarto nível: o compromisso cristão que o rito suscita na vida.
Não se trata de explicar, mas de experienciar o símbolo, por isso o livro propõe a celebração de vivências que facilitam uma melhor assimilação do acontecimento de graça que se dá na liturgia.

https://www.paulinas.org.br/loja/mistagogia.
Nas Paulinas têm uma coleção belíssima sobre Metodologia, Mistagogia, Discipulado, Liturgia etc.

Como sempre faço, utilizo as Leituras da Liturgia do Domingo e tento trazê-la para o nosso Encontro.
Partilhem conosco suas experiências. Unidos somos mais pelo Reino. 

INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ DE JOVENS E ADULTOS - 12.05.2018

CATEQUESE MISTAGÓGICA - "IDE PELO MUNDO INTEIRO E ANUNCIAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA" Mc 16,15-20 ( Solenidade da Ascenção do Senhor)

1ª Leitura: At 1,1-11 - Promessa do Pai se cumpriu em vocês: "Mas, Recebereis o poder do Espírito Santo que descerá sobre vós, para serdes minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e na Samaria, e até os confins da terra".

2ª Leitura: Ef 1,17-23 - Fala do conhecimento que está acima de nossa capacidade humana.
Só o Espírito de sabedoria revela o conhecimento. O mesmo que o profeta Isaías contemplava sobre o Messias prometido: "espírito de sabedoria e entendimento, espírito de prudência e de coragem, espírito de ciência e de temos ao Senhor" (Is 11,2). Que penetra tudo, mesmo as profundezas de Deus (1Cor2,10).

Esse carisma de Sabedoria é o dom da fé que ilumina os corações. Daí partem todo o dinamismo da pessoa, homem, mulher conhecem, pensam, sentem, amam e atuam. Para Paulo isto é "conhecer".

Esperança - é como a outra face da fé. Conhecer a "futura-herança" pela fé é possuí-la antecipadamente, agora, pela Esperança. Embora não a vejamos com os olhos da carne, uma luz celeste nos permite contemplá-la a distância. (cf. Hb 11,9-13).
Jesus Cristo foi dado à "sua Igreja", afirmando o caráter comunitário da salvação.

Não foi dado a cada um "em particular", e sim a cada um "em comunidade", para formar entre todos, o povo de Deus, como um corpo do qual ele é a Cabeça. (1Cor12; Rm 12,5).
Paulo está sugerindo que a Igreja é mais que uma realidade terrestre, estando já unida a Cristo em seu triunfo e em sua glória, já habitada pela plenitude da divindade.

Evangelho - Mc 16,15-20; Mt 28,18-20; Lc 24,36-49.
Os onze discípulos representam toda a Igreja. Veem o ressuscitado e têm de ser suas testemunhas.
Jesus toma a palavra, envia seus discípulos a uma missão. "Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!"
Jesus estará sempre presente com sua presença consoladora e reconfortante em todas as situações da missão evangelizadora, tanto na pregação, o ensinamento e na celebração, como na perseguição e na provação.
A missão é uma ordem de Jesus e é tão ampla como o mundo e como o tempo que transcorrerá até o final da história.
Se Marcos nos diz "anunciar" Mateus nos diz "ensinai", pois a Igreja de Jesus é comunidade de testemunho: têm de ser testemunhas do crucificado-ressuscitado.
Estas palavras, são palavras de Jesus Ressuscitado! Ide!.
Amém!

FILME: Paulo de todos os povos. https://www.youtube.com/watch?v=dR6-tFlYVvA

Catequista Verinha.

REUNIÃO DE PAIS E PADRINHOS - Tema: “O ESPÍRITO SANTO DESCEU SOBRE TODOS OS QUE OUVIAM A PALAVRA” (At 10, 44).

Olá, Catequistas de Jesus!
Desenvolvi mais este Encontro com os Pais e Padrinhos dos Jovens e Adultos da Iniciação à Vida Cristã da minha Paróquia.
Gosto de partilhar e ouvir também as suas experiências. Como sempre faço, utilizo as Leituras da Liturgia do Domingo e tento trazê-la ao nosso Encontro, para leitura, meditação, oração e contemplação, Celebração. 
Neste encontro, inseri uma dinâmica: A equipe da IVIC, da Paróquia providenciou galhos secos, vejam: trazidos de Porto das Caixas, não por acaso, porque o Retiro dos crismandos foi lá, aos pés de Jesus Crucificado. Grata a coordenadora Sheila, sempre incansável e a esta Equipe maravilhosa. Depois coloquei num vaso de planta. Pedi aos pais e padrinhos que soprassem com todo o seu ardor, sua força, do fundo do coração, o que desejavam aos seus filhos e afilhados, o que desejavam que o Espírito Santo de Deus os soprassem no dia da Crisma. Enquanto isto minha amiga Catequista Márcia cantou lindamente a música: Galhos Secos e do Espírito Santo.
Deus é BOM! A árvore de galhos secos ficou linda. Viva! Vida!. Viva o Espírito Santo de Deus!

REUNIÃO DE PAIS E PADRINHOS

Tema: “O ESPÍRITO SANTO DESCEU SOBRE TODOS OS QUE OUVIAM A PALAVRA”  (At 10, 44).

I)INTRODUÇÃO:

Pensando bem, história, vida humana e cristã, catequese, são como uma viagem; não de turistas e sim de quem tem algo de precioso para levar e muita coisa boa para trazer de volta: viagem de Missão.
Também nestes meses de Iniciação à Vida Cristã e sua intensa preparação foram para nós catequistas, catecúmenos, catequizando, crismandos, pais, padrinhos, sacerdotes, diáconos, seminaristas, acólitos, pastorais e toda a comunidade, uma bonita viagem, na bagagem, muito amor.

Vimos e convivemos com novas paisagens, novos rostos, novas histórias, novos problemas, novas soluções e redescobrimos outras já conhecidas.
Breve os crismandos, nossos afilhados e afilhadas voltarão para suas casas, mais animados em sua missão de ir evangelizar, sempre na certeza de que como disse Jesus: “Não fostes vós que me escolhestes, mas eu  vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais frutos e o vosso fruto permaneça” (Jo 15,9-16).

No início da próxima semana para iniciar esta missão de evangelizar nossos amados afilhados serão enviados na Força do Espírito Santo a professarem com o coração e a boca que Jesus é o Filho de Deus. (1Jo 2,20-27).
O sinal de identidade é o Crisma ou Unção, ou seja, a Palavra de Deus assimilada na fé em seus corações em suas vidas.
O Crisma instrui na virtude do Espírito Santo e proporciona o instinto da Verdade e o sentido da Fé. O Crisma, a Palavra de Deus permanece nele, e por isso ele permanece em Cristo; mas também representa uma tarefa ou dever que a Palavra permaneça nele e que ele permaneça em Cristo.

II) Tomaremos o livro dos At 10 seguindo o esquema dessa viagem de envio, missão, depois a  1Jo 4, 7-10 e o Evangelho de Jo 15,9-17, todas leituras da Liturgia do 6º Domingo da Páscoa.
Atos é especial: oferece uma visão de conjunto da atuação de comunidades e pessoas que foram testemunhas de Jesus nas origens da Igreja. Conta a atuação de pessoas que se mexeram e fizeram acontecer.

O que nos diz o evangelista Lucas em Atos 10. Há semelhanças entre àquela época e a nossa hoje:
Para Lucas, as palavras do Apóstolo Pedro são como “inspiradas” e portadora do Espírito.
“Estando Pedro ainda a falar...” O Espírito Santo derramou-se sobre os ouvintes; todos compartilhando agora um só e único Espírito. Todos incorporados à comunidade Cristã.

O que nos diz hoje: Que as Palavras dos sucessores dos apóstolos, os bispos: Dom José Francisco, Dom Luís Ricci, Dom Alano, são “inspiradas” e portadoras do Espírito.
“Recebe por este sinal (+) o Espírito Santo, o Dom de Deus. Nossos afilhados dirão: “Amém” Eles seguem: A Paz esteja contigo. E contigo também.

O Espírito Santo descerá sobre todos os nossos afilhados e afilhadas que ouviram a Palavra. Todos batizados, reconciliados, casados, recebendo a Santa Eucaristia, serão confirmados na fé da Igreja Católica.

III) Depois a 1Jo 4,7-10 vem nos dizer que DEUS É AMOR. O PURO AMOR. Ele se revelou a si mesmo ao longo da história, mediante obras e Palavras carregadas com o peso do Amor e que agora, na plenitude dos tempos, culmina em Jesus. O envio do seu Filho, como vítima por nossos pecados manifestou esse AMOR, tornando-o o presente no meio de nós.
O Apóstolo João nos diz que “não fomos nós que amamos a Deus, mas foi Ele que nos amou”. O amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece a Deus.

IV) A seguir o evangelho de Jo 15,9-17 Jesus nos diz que nos ama como o Pai o amou.
Pede que todos nós, pais, padrinhos, afilhados, catequistas, enfim todos os cristãos permaneçam no seu amor.
Como? Guardando os seus mandamentos.
Para quê? Para que sua alegria esteja em nós e para que a nossa alegria seja plena.
Jesus nos chama de amigos, porque nos deu a conhecer tudo o que ouviu do seu Pai.

V) Um recado do apóstolo e evangelista Jo 16,12-14.

“Muitas coisas ainda tenho a dizer-vos, mas não a podeis suportar agora. Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ele vos falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e vos anunciará as coisas que virão. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará”.

Configurados a Cristo, darão testemunho da paixão e ressurreição do Senhor e se tornarão membros ativos da Igreja para edificação do Corpo de Cristo na fé e na caridade.

Rezemos pelos nossos afilhados, pelos nossos filhos. Pai Nosso, Ave Maria, Santo Anjo. Amém!
Catequista Verinha.













REUNIÃO DE PAIS E PADRINHOS - Tema: A Missão dos pais e padrinhos na sua vida e na vida dos afilhados.

Olá, Catequistas de Jesus!
Sempre quando vou preparar um Encontro com os Pais e Padrinhos da Iniciação à Vida Cristã dos Jovens e Adultos da minha Paróquia, tomo por base a Palavra que será proclamada na Liturgia do Domingo.
Procuro fazer uma Leitura Orante e depois traze-la para o nosso Encontro com Jesus.
Partilho com vocês um destes Encontros, espero que vocês gostem.

REUNIÃO DE PAIS E PADRINHOS

Tema: A Missão dos pais e padrinhos na sua vida e na vida dos afilhados.

I) INTRODUÇÃO: No meio do mundo tão barulhento é possível ouvir a voz Daquele que nos chama para entrar em seu caminho?  R: sinceridade, fidelidade e abertura da alma/coração.

II) Is 40,1-5.9-11 - Profeta Isaías - 1ª Leitura  do 2º Domingo do Advento
Ø  Grita uma voz: Preparai no deserto o caminho do Senhor, aplainai na solidão a estrada de nosso Deus...
Ø  Consolai seus afilhados;
Ø  Falai ao coração dos seus afilhados;
Ø  Dê conselhos aos seus afilhados sobre evitar o pecado;
Ø  Deixar suas culpas e viver tempos novos, coisas novas;
Ø  A glória do Senhor se manifestará neles, pelos sacramentos.
Ø  Como um pastor Jesus apascenta o rebanho, reúne, com a força de seus braços, os seus cordeiros e carrega-os ao colo.
Ø  Que rebanho é este? R: Comunidade dos filhos de Deus, a família, a Igreja, vocês pais e padrinhos e seus afilhados.

III) Salmo 84 - "O Senhor vem anunciar a paz para o seu povo (batizandos e crismandos) , para os que voltam ao Senhor seu coração".
O que nossos afilhados buscam hoje, senão a Paz do Senhor Jesus. A verdade que é Jesus.

III) 2ª Leitura 2Pd 3,8-14.
Ø  O Senhor não tarda a cumprir sua promessa, como alguns pensam, achando que demora. (vejam tantos catecumenos e crismandos que adultos vem buscá-lo de coração aberto.
Ø  Ele usa de paciência para conosco pais e padrinhos e com eles nossos afilhados.
Ø  Ele não quer que ninguém se perca, quer que todos se convertam.
Qual deve ser o nosso empenho numa vida Santa e piedosa? (Testemunho). Vida pura e sem mancha - (Esperança).

IV) Evangelho: Mc 1,1-8 - Advertência.
Ø  O Evangelho recorda o Profeta Isaías - "Preparai os caminhos do Senhor"
Ø  João Batista apareceu no deserto (que é este mundo barulhento de hoje) pregando um batismo de conversão, para o perdão dos pecados.

O que é converter-se? É deixar a vida de pecado e voltar-se para Jesus de coração aberto.
Ø  Muitos iam ao encontro de João Batista. Muitos vêm hoje aqui, para este encontro com Jesus.  catecumenos e crismandos.
Ø  Confessavam os seus pecados. Muitos se confessam, com exceção dos que ainda não receberam o sacramento da Eucaristia.
Ø  E João os batizava. E alguns já são batizados. Outros se batizarão.
Ø  E João dizia: "Depois de mim virá alguém mais forte do que eu. Eu nem sou digno de me abaixar para desamarrar suas sandálias". Que forte, para um profeta. humildade.
Ø  "Eu vos batizei com água, mas Ele vos batizará com o Espírito Santo". (Batismo e Confirmação).

V) CONCLUSÃO

ü  O Senhor nos transforma para a vida pessoal e para a vida social.
ü  É grande a misericórdia de Deus, que nos renova espiritualmente.
ü  O Padrinho e a madrinha deve apontar para Jesus, é nossa Missão.
ü  Deus é nosso Redentor, caminha conosco nesta travessia. Está presente no meio de nós.
ü  Sejamos profetas para nossos afilhados: Anunciemos Alegria, Esperança, Fé, Amor e Caridade.
ü  Vamos preparar o caminho para que Jesus possa vir e assumir sua missão no coração dos nossos(as) afilhados(as) e no nosso também.
ü  Por fim,
ü  SEJAMOS PARA OS NOSSOS AFILHADOS PROFETAS DA ESPERANÇA, DA JUSTIÇA E DA PAZ, CONFORME ISAÍAS E JOÃO BATISTA.
ü  PROFETAS DA SABEDORIA, DA INTELIGÊNCIA, DO CONSELHO, DA FORTALEZA, CIÊNCIA, PIEDADE E TEMOR DE DEUS!

AMÉM!

Catequista Verinha.



quarta-feira, 25 de abril de 2018

ENCONTRO DE CRISMADOS - Jo 15,1-8 A VIDEIRA E OS RAMOS - CATEQUESE MISTAGÓGICA

Oi Gente!
Hoje estou postando um Encontro que preparei para turma de crismados. Trata-se de uma Catequese mistagógica e utilizamos o Texto Bíblico de Jo 15,1-8.

É também o Evangelho do 5º Domingo da Páscoa. Espero que possa contribuir com vocês na Catequese de Iniciação à Vida Cristã.

Não esqueçam: Jesus é a Videira Verdadeira.

























ENCONTRO DE CATECUMENATO / CRISMA - A BÍBLIA - PALAVRA DE DEUS - A PARÁBOLA DO SEMEADOR

Olá, hoje quero partilhar com vocês alguns slides que fiz para o Encontro de Catequese sobre a Parábola do Semeador, A Bíblia - Palavra de Deus. Incluí também um dos métodos da Leitura Orante, para que os catequizandos possam ir adquirindo intimidade com os textos bíblicos.
Apesar de ter utilizado o texto bíblico de Mt 13,18-23 nos slides, também achei oportuno comentar o Texto de Lucas 8,11-15 que na explicação da Parábola utiliza de Palavras chaves diante da proposta catequética que é semear a Palavra de Deus nos corações e ser acolhida por cada pessoa, inclusive por nós mesmos.

Então São Lucas vem dizer:
v. 12 - "Os que estão ao longo do caminho são os que ouvem, mas depois vem o diabo e arrebata-lhes a Palavra do coração, para que não creiam e não sejam salvos".
v. 13 - "Os que estão sobre a pedra são os que, ao ouvirem, acolhem a Palavra com alegria, mas não têm raízes, pois crêem apenas por um momento e na hora da tentação desistem".
v.14 - "A que caiu nos espinhos são os que ouviram, mas caminhando sob o peso dos cuidados, da riqueza, e dos prazeres da vida, ficam sufocados e não chegam à maturidade".
v.15 - "O que está em terra boa são os que, tendo ouvido a Palavra com coração nobre e generoso, conservam-na e produzem fruto pela perseverança".

Então refleti sobre as palavras chaves que grifei acima, dentro do processo na Iniciação à Vida Cristã.

Espero que gostem.